Tratamentos de impotência

Tratamentos de impotência

A impotência, também conhecida como disfunção erétil ou disfunção erétil, é um problema muito comum, afetando até metade dos homens de 40 a 70 anos na Austrália.

As técnicas de tratamento da impotência têm variado ao longo dos anos, desde acessórios mecânicos de aço externos até eletricidade estática ligada ao pênis e testículos, até afrodisíacos simples, como ostras. Até recentemente, em 1970, a falha erétil era quase sempre vista como sendo causada por causas psicológicas e geralmente era tratada com psicoterapia.

Desde então, as causas médicas que contribuem para a impotência foram reconhecidas e o tratamento da impotência foi revolucionado, fornecendo uma gama de opções que são muito mais aceitáveis ​​e muito mais bem-sucedidas.

Opções de tratamento para impotência
As opções de tratamento para a disfunção erétil incluem:

medicamentos;
terapia de auto-injeção;
dispositivos como bombas de vácuo;
cirurgia de implante peniano;
terapia hormonal; e
aconselhamento.
Se tiver disfunção eréctil, o tratamento recomendado pelo seu médico dependerá da gravidade dos sintomas e da causa subjacente da sua impotência.

Seu médico irá querer verificar se quaisquer condições que possam estar contribuindo ou causando disfunção erétil estão sendo tratadas.

Seu médico também pode sugerir que você faça alguns ajustes no estilo de vida, como:

aumentando a quantidade de atividade física que você recebe;
perder peso se você estiver com excesso de peso;
reduzindo a quantidade de álcool que você bebe;
parar de fumar; e
não tomar drogas ilícitas.
Essas recomendações de estilo de vida podem ajudar a melhorar a impotência relacionada a várias causas e melhorar sua saúde em geral.

Medicamentos para disfunção erétil
O primeiro comprimido disponível para a disfunção erétil, o sildenafil (nome comercial Viagra), tem sido amplamente responsável por ajudar a trazer o tópico da disfunção erétil para o público. Medicamentos similares – tadalafil (Cialis) e vardenafil (Levitra) – também estão disponíveis. Todos esses medicamentos funcionam de maneira semelhante, embora haja alguma diferença no tempo de duração do efeito. Sildenafil, tadalafil e vardenafil pertencem a um grupo de medicamentos chamados inibidores da fosfodiesterase tipo 5 (PDE5) porque bloqueiam a enzima PDE5.

Como os remédios orais ajudam a tratar a disfunção erétil?
Inibidores da PDE5 ajudam no processo de obtenção e manutenção de uma ereção, trabalhando com produtos químicos no corpo que estão envolvidos nas ereções. Estes medicamentos agem impedindo a PDE5 de destruir uma substância química produtora de ereção chamada monofosfato cíclico de guanosina (cGMP). O cGMP ajuda a relaxar as células musculares lisas do tecido erétil do pênis, permitindo que mais sangue flua para o pênis, causando uma ereção. Quando a PDE5 é temporariamente bloqueada por esses medicamentos, ela não pode quebrar a ereção que produz cGMP. uma ereção pode ser alcançada e mantida Os inibidores da PDE5 podem ser usados ​​no tratamento da disfunção erétil que é causada por causas físicas ou psicológicas.

Medicamentos como Viagra, Cialis e Levitra só funcionarão se você for sexualmente estimulado. Eles não são afrodisíacos e não aumentam seu desejo sexual.

Efeitos colaterais dos inibidores da PDE5
Os efeitos colaterais desses medicamentos podem incluir dores de cabeça, rubores, nariz entupido, indigestão e tontura.

Em raras situações, o sildenafil e o vardenafil podem causar uma distorção da visão ou alteração na visão das cores.

O tadalafil foi associado a dores nas costas.

Quem pode tomar remédios para impotência?
Inibidores da PDE5 não podem ser tomados por todos os homens, portanto, seu médico precisará avaliar sua adequação antes de prescrever qualquer um desses medicamentos.

Os homens que tomam nitratos (geralmente usados ​​para tratar a angina) nunca devem tomar inibidores da fosfodiesterase tipo 5 (PDE5). Inibidores da PDE5 também não devem ser tomados com alguns medicamentos usados ​​para tratar a pressão alta.

Os inibidores da PDE5 também podem não ser adequados para homens com certas doenças cardíacas ou pressão arterial baixa. Verifique com seu médico para saber se este tipo de medicamento pode ser adequado para você.

Terapia de auto-injeção
A terapia de auto-injeção fornece um medicamento chamado alprostadil (nome comercial Caverject), também conhecido como prostaglandina E-1, para o tecido erétil do pênis. A prostaglandina E-1 ocorre naturalmente no corpo e ajuda a aumentar o fluxo sanguíneo para o pênis, causando uma ereção. Ao contrário dos inibidores da PDE5, o alprostadil causa uma erecção quer o pénis seja estimulado ou não.

A terapia de autoinjeção é geralmente recomendada se os medicamentos inibidores de PDE5 não forem adequados ou não tiverem sido eficazes no tratamento da disfunção erétil.

Leia também: Viagra Natural

Como usar a terapia de auto-injeção
O alprostadil é injetado em qualquer uma das duas câmaras do pênis em forma de charuto conhecidas como os corpos cavernosos, que correm ao longo do comprimento do pênis, um de cada lado. O seu médico ou urologista (especialista em problemas nos órgãos reprodutivos masculinos e no trato urinário) lhe dará instruções sobre como fazer isso.

O alprostadil deve produzir uma ereção em 5 a 20 minutos e, geralmente, a ereção dura de 30 a 60 minutos.

Conheça também: > Xanimal bula

Leave a Reply